Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Equipe Destaque: Motociclistas do Batalhão de Policiamento Rodoviário da PMDF

Escrito por Karina Linhares | Criado: Terça, 02 de Abril de 2019, 16h52 | Última atualização em Terça, 02 de Abril de 2019, 16h55 | Acessos: 1598


Foto: Wander Vieira 


Os 26 motociclistas do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRV)) se destacam pela agilidade e mobilidade no atendimento de diversos tipos de ocorrências. Os motociclistas fazem parte do “braço” veloz do BPRV, unidade operacional voltada à fiscalização e ao policiamento das rodovias do DF. Atualmente, o Batalhão é responsável pelo patrulhamento de 1822 km de rodovias, onde as infrações mais comuns são a falta de uso do cinto de segurança, com uma média de 1850 autuações mensais; a utilização e manuseio de celular ao volante, média de 3150 e transporte irregular de passageiros (transporte pirata), o qual consta cerca de 137 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCO) desde o início do ano. Criado para dar resposta rápida a delitos e crimes, os motociclistas encaram, rotineiramente, as rodovias do Distrito Federal a fim de promover a paz e a segurança no trânsito.

O policiamento motociclístico é uma das modalidades utilizadas pelo BPRv/PMDF. Diante do atual cenário de difícil mobilidade urbana, essa modalidade de policiamento agiliza, sobretudo, o atendimento às mais diversas ocorrências e apoios às demais unidades da Polícia Militar. Dentre os atendimentos que necessitam de maior urgência estão os de acidentes de trânsito com e sem vítimas, manifestações e fechamentos das rodovias, além da necessidade de dar maior fluidez em pontos críticos, como na DF-075, mais conhecida como EPNB.

Os fechamentos mais recentes de rodovia ocorreu na DF-095, Via Estrutural, onde um grupo de manifestantes pôs fogo em pneus e se posicionou na via, interrompendo o fluxo no local, causando grandes transtornos aos usuários que por ali circulam diariamente. Segundo o Comandante da Unidade, Major Keldison, os policiais motociclistas foram os primeiros a chegarem ao local, iniciando negociações para a retirada dos manifestantes, atuando de forma a pacificar a situação e a solucionar a crise, alcançado resultado positivo e previsto. O oficial se remete ainda ao evento da greve dos caminhoneiros, no ano passado, “do qual os policias do Batalhão foram de fundamental importância na fluidez das nossas rodovias”.

Ocorrências Destaques da Equipe:

Em certa ocasião, os policiais atenderam uma ocorrência de arma de fogo dentro de um ônibus, em Taguatinga. Também no interior de transportes coletivos, já foram presos homens que cometeram atos obscenos. Estão ainda a recuperação de veículos roubados e furtados, apreensão de veículos clonados e de drogas, por meio de pontos de bloqueios alternados. No entanto, a mais comum é a interceptação do transporte irregular de passageiros, mais conhecido como transporte pirata, que é uma das formas de proteger a vida do cidadão. “Tem veículos que chegam a carregar 40 pessoas”.
Segundo o Sargento César Caldas, tudo isso se deve “a amplitude das áreas atendidas no emprego do pelotão motociclístico”.
Em situações que envolvem riscos à saúde, os policiais têm o diferencial de chegar com maior rapidez ao local e à vítima, prestando os primeiros socorros, “até que uma ambulância ou os bombeiros cheguem”.

A Polícia Militar parabeniza a todos os policiais motociclistas que arriscam a própria vida em cima de motos, em acompanhamentos de criminosos e em vias de alto risco para proteger a sociedade brasiliense, cuidando do maior bem de todos: a vida. Por tudo isso, a Equipe merece ser Destaque todos os dias, mas dedicamos essa semana para esses corajosos heróis.

 

Fim do conteúdo da página