Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucionais > Comandante-geral da PM reúne associações para tratar demandas legislativas
Início do conteúdo da página

Comandante-geral da PM reúne associações para tratar demandas legislativas

Publicado: Sexta, 04 de Outubro de 2019, 00h34 | Última atualização em Sexta, 04 de Outubro de 2019, 00h35 | Acessos: 1614

Nesta quinta-feira (3), o comandante-geral, coronel Julian Pontes, reuniu-se com representantes das associações que representam oficiais, praças, inativos, pessoas com deficiência da Polícia Militar do Distrito Federal e do Corpo de Bombeiros do DF para tratar de assuntos referentes ao PL 1645, que trata da proteção social dos militares.

O objetivo do encontro foi iniciar as discussões sobre o tema e buscar uma unidade entre a instituição e as associações.
“Como temos pautas e objetivos comuns, precisamos caminhar juntos. O comando é completamente sensível às causas dos Policiais Militares”, assegura o Cel Pontes.
As associações que participaram da reunião foram: Cabe, Aspra, Asof, Caixa Auxiliadora de Praças (CAP), Clube dos Bombeiros, Organização Social Instituto do Deficiente Militar e Civil do Brasil (OSIDEMCI), Associação dos Militares Estaduais do Brasil (Amebrasil) e Associação dos Oficiais da Reserva Remunerada e Reformados da PMDF e CBMDF (ASSOR).
O Projeto de Lei 1645 reestrutura a carreira nas Forças Armadas. O PL prevê a valorização de meritocracia, o reconhecimento da experiência do militar e a preservação das peculiaridades da profissão. Nos últimos dias, houve a inclusão de policiais e bombeiros militares dos estados nas mesmas regras previstas para os militares no projeto de lei.

 

Fim do conteúdo da página