Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Equipe Destaque: Rádiopatrulha – 20º BPM

Escrito por Kelly Marques | Criado: Sexta, 07 de Agosto de 2020, 09h15 | Última atualização em Sexta, 07 de Agosto de 2020, 09h16 | Acessos: 1703
Foto: Paulo Jamir

 

A equipe destaque dessa semana pertence à rádiopatrulha (RP) do 20º Batalhão da Polícia Militar do Distrito Federal, responsável pela área do Paranoá e Itapoã, é formada pelo 2º sargento G. Willian (comandante), soldado Leandro (motorista) e soldado Moura (patrulheiro).  Eles estão juntos há pouco mais de 4 meses.

 Os soldados são oriundos do CFP VI do último concurso realizado em 2018, em julho completaram um ano de casa. O sargento está na corporação há 23 anos e 5 meses, oriundo do CFSD/1997. Muitos anos de polícia os separam, no entanto, a soma da juventude e da experiência tem dado resultados positivos.

Os números comprovam isso, o trio soma 21 armas apreendidas nesse ano. Sendo o sargento, com 9 apreensões de armas de fogo, é quem lidera o ranking nesse quesito no 20º Batalhão. Os outros dois integrantes, sd Leandro e sd Moura, apreenderam seis armas cada, o segundo apreendeu uma arma durante o curso de formação.

Outra marca expressiva da equipe, diz respeito à quantidade de P.A.A.I. (Procedimento para Apuração de Ato Infracional), cuja liderança no Batalhão também é do comandante da guarnição, bem como o 3º lugar na quantidade de flagrantes. Dentre os flagrantes foram oito tráficos de drogas nesse período.

Juntos os policiais participaram de algumas ocorrências de destaque, inclusive com repercussão nacional positiva. Entre elas o acompanhamento, a apreensão e a prisão filmados por uma câmera pessoal, a dois indivíduos, infratores costumeiros da área, os quais estavam armados e que tentaram fugir de moto e a pé, mas foram alcançados pela equipe.

Segundo a equipe, os resultados têm sido satisfatórios, pois são feitas em média 30 abordagens por serviço e também pelo fato do comandante, que trabalha na área há 10 anos, conhecer a cidade “como a palma da mão”. O lema do grupo é: “abordar em serviço para não ser abordado na folga”. Outro ponto interessante é que as ocorrências de vulto são todas gravadas e esses arquivos servem para resguardar a guarnição e para divulgar o trabalho da Polícia Militar.

Fim do conteúdo da página