Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Pesquisa feita por cadetes é destaque em publicação internacional

Escrito por Karina Linhares | Criado: Quarta, 23 de Dezembro de 2020, 18h28 | Última atualização em Quarta, 23 de Dezembro de 2020, 18h38 | Acessos: 1674

A pesquisa Prevenção Criminal pelo Design Ambiental e Medo do Crime, realizada pelos cadetes do Curso de Formação de Oficial III, foi publicada na revista da Associação Internacional de Prevenção Criminal pelo Design Ambiental. Trata-se de uma publicação eletrônica internacional trimestral, que conta com a participação de países de todo o mundo. Na publição, a pesquisa realizada em parceria entre a PMDF e a Universidade de Brasília (UnB) foi a única realizada por brasileiros. O trabalho foi realizado no contexto da disciplina Prevenção Criminal com aportes da Psicologia Social, ministrada pelo Major Isângelo Senna e pelo Major Paulo Henrique Ferreira Alves.

A Publicação visa trazer visibilidade às boas práticas em Prevenção Criminal pelo Design Ambiental (mais conhecida por sua sigla em inglês CPTED - Crime Prevention Throught Environmental Design). Portanto, tem potencial de orientar políticas públicas de segurança nos cincos continentes.

A disciplina tratou de tópicos da Psicologia Social como influência, persuasão e processo de tomada de decisão, entre outras abordagens da Psicologia com aplicação para a prevenção do crime e mitigação do medo do crime. Os alunos também estudaram aspectos práticos e teóricos de prevenção situacional do crime. Por Prevenção Situacional do Crime, entenda-se aquela focada no nível dos indivíduos, de seus grupos de pertença e convivência e de seus ambientes imediatos.

Depois de receber conhecimentos teóricos sobre Psicologia Social, Prevenção Situacional do Crime e Prevenção Criminal pelo Design do Ambiente (CPTED), os cadetes participaram de uma atividade prática (pesquisa) que envolveu a avaliação de 55 ambientes em diversas regiões administrativas do DF.

Para avaliação, os alunos realizaram simulações com o Inventário CPTED para Espaços Públicos, elaborados e aprimorados pelo Major Senna e parceiros, ao longo de seu mestrado e, atualmente, doutorado na Universidade de Brasília. “os cadetes aprenderam a usar um instrumento de medida do medo situacional do crime”, afirma o Major e completa, “com o treinamento nos instrumentos, os cadetes puderam realizar o diagnóstico e propor intervenções nos ambientes avaliados com vistas à prevenção do crime e redução do medo do crime no DF.”

Entre os ambientes avaliados estão praças, estacionamentos, entorno de centros comerciais e hospitais. Ou seja, a pesquisa se destaca pelo grande potencial de aplicações práticas. As aulas teóricas foram realizadas ao longo de 2020. A pesquisa de campo e trabalho prático foi realizada em setembro.

A publicação mostra que a PMDF encontra-se na vanguarda desse tipo de pesquisa na área. Porém, o que chama mais a atenção, são os aspectos práticos advindos dessa pesquisa. O último Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais recebeu um treinamento semelhante ao que os cadetes estão recebendo agora. O Capitão Jonatas (1º BPM) colocou em prática os conhecimentos na Asa Sul e no local avaliado por ele, por meio de instrumento semelhante ao empregado pelos cadetes na pesquisa, hoje há um parque público construído sob as premissas da CPTED.

Leia matéria: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/estupro-na-113-sul-relatorio-da-pm-em-2017-apontou-risco-e-pediu-poda-de-arvores.ghtml.

Acesse o texto públicado (original em inglês) em https://online.fliphtml5.com/htfba/ckqu/?1608298636397#p=10.

pesquisa 2

Horta comunitária na Asa Sul. Segundo a estratégia Territorialidade da CPTED, esse tipo de ação envia um recado claro no sentido de que alguém está zelando pelo local. As pesquias mostram que locais com alta territorialidade são locais mais seguros.

 

 

Fim do conteúdo da página