Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Solenidade de assunção do Comando-geral, do subcomando-geral e do chefe do Estado-Maior

Escrito por Wagner Pires | Criado: Sexta, 23 de Abril de 2021, 22h08 | Última atualização em Sábado, 24 de Abril de 2021, 09h10 | Acessos: 2132

A solenidade de passagem de comando da Polícia Militar do Distrito Federal foi realizada na tarde desta sexta-feira (23), no pátio de formatura da Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB). O coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos tomou posse do cargo de comandante-geral, o coronel Hércules Freitas o cargo de subcomandante-geral, já o coronel Danilo Oliveira Nunes assumiu a chefia do Estado-Maior. Os postos máximos da corporação foram passados pelo vice-governador Pacco Brito. 

O tenente-coronel Gisleno, capelão evangélico, abençoou os novos chefes dizendo que “o cargo que assumimos é uma designação divina, pois nos dá a oportunidade de fazermos algo para contribuir com a sociedade”.  E fez uma reflexão sobre o Salmo 119:105 – “A tua palavra é a lâmpada que ilumina os meus passos e luz que clareia o meu caminho” – dizendo que “no momento de angústia e dificuldade nós podemos recorrer à Palavra de Deus!”.

O vice-governador do Distrito Federal, Pacco Brito, parabenizou o novo comandante-geral da PMDF, assim como o novo subcomante-geral e o chefe do Estado-Maior, e elogiou o trabalho da corporação.

O atual comandante-geral, coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos, salientou que, como todo bom policial, cabe a ele honrar “todos aqueles que nos antecederam e que lapidaram a nossa história, que transformaram a nossa instituição naquilo que hoje ela representa e, principalmente, aqueles que tombaram em combate, cumprindo com honra o nobre juramento de servir e proteger até mesmo com o sacrifício da própria vida”.

O coronel Vasconcelos relembrou também os irmãos de farda que a corporação perdeu devido a este momento de pandemia e se colocou à disposição de cada policial militar, servidor civil e toda a sociedade do Distrito Federal, comprometendo-se a utilizar os conhecimentos acumulados ao longo dos seus 48 anos de idade, dos quais, 28 deles dedicados ao serviço policial militar.

Devido às restrições sanitárias, a solenidade contou com cuidados especiais a fim de oferecer aos convidados maior segurança. Estiveram presentes na solenidade autoridades civis e militares, representantes de órgãos locais e de órgãos federais e familiares dos chefes que assumiram os postos máximos da corporação.

 

Fim do conteúdo da página