Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Cavalaria da PMDF tem uma nova integrante e você pode ajudar a escolher o nome

Escrito por Kelly Marques | Criado: Sexta, 08 de Outubro de 2021, 14h44 | Última atualização em Sexta, 08 de Outubro de 2021, 17h47 | Acessos: 327

 Fotos: Cabo Milhomem/ CCS/PMDF

O Regimento de Polícia Montada (RPMon) da Polícia Militar do Distrito Federal está em festa. Após o parto da égua Charlot (998), a unidade tem agora uma nova integrante: uma potrinha da raça Brasileira de Hipismo, a filhote nasceu na madrugada do dia 13 de setembro em condições saudáveis, de parto normal e se alimentará de leite materno aproximadamente até os seis meses. A instituição irá promover uma enquete online para dar nome a mais nova integrante do plantel.

Em média, uma égua carrega seu bebê por pouco mais de onze meses. O processo de nascimento geralmente leva menos de uma hora. Depois de apenas alguns minutos de vida, o potro é capaz de se levantar. A primeira fase da vida de um cavalo é como um potro. Geralmente, os potros recebem a primeira dose de vermífugo após seis meses de idade. A primeira dose de vacinação, para prevenção da maioria das doenças, ocorre aos 4 meses de idade, seguida pelo desmame, que deve ser feito entre o 5º e 8º mês de vida, quando ocorre a maturação do sistema digestivo.

O treinamento dos potros inicia logo após o nascimento. O objetivo é que, quando adultos, estejam aptos a trabalharem em conjunto com os policiais militares no policiamento das ruas da capital e em outras atividades, como equoterapia, ações sociais diversas e até missões de “alto risco” como no “controle de distúrbios civis/ manifestações”. No entanto, só poderão ser liberados para montaria após os três anos de idade.

Enquete para escolha do nome da potrinha

Nesta sexta-feira (8), o Centro de Comunicação Social, em ação conjunta com o Regimento de Polícia Montada da Polícia Militar do Distrito Federal, iniciou a votação para que a população do Distrito Federal ajude a escolher o nome da potrinha. A comunidade poderá votar em nomes escolhidos pelos próprios policiais: Primavera, Celeste e Lua, os nomes foram lançados no Instagram oficial da corporação. Fique atento e siga nossas redes sociais para participar.

A ideia de a população ajudar a escolher o nome é uma forma de interagir com a sociedade.  Fotos e vídeos serão disponibilizados na internet para que a população o conheça o novo membro da família. Assim, fica mais fácil (ou não) escolher uma das opções de nomes para ela.

Fim do conteúdo da página