Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

PMDF garante a segurança nas manifestações do Dia do Trabalhador

Escrito por Fabio Evangelista | Criado: Domingo, 01 de Maio de 2022, 17h24 | Última atualização em Domingo, 01 de Maio de 2022, 19h20 | Acessos: 343

A Polícia Militar do Distrito Federal garantiu mais uma vez a livre manifestação na Capital Federal. As tradicionais manifestações do Dia Internacional do Trabalhador ocorreram de forma tranquila em diversos pontos de Brasília pela manhã e tarde deste domingo (1).
Pela manhã, motociclistas da PMDF organizaram o trânsito para a realização de uma manifestação de motociclistas. A concentração foi na Catedral Rainha da Paz e o grupo se dirigiu pelo Eixo W/Sul, Eixo L/Norte, Eixo W/Norte até a Rodoviária do Plano Piloto. Os manifestantes se dispersaram na altura do estacionamento do Teatro Nacional.
A Esplanada dos Ministérios foi fechada por volta das 6h para receber um ato público na Alameda dos Estados, por volta das 9h. Não foi registrada nenhuma ocorrência durante a manifestação. As vias foram liberadas às 13h após a dispersão do público.
De acordo com o coronel Rezende, Chefe de Operações, o evento ocorreu dentro do planejado. “Toda equipe da PMDF, tanto operacionais quanto especializados, esteve presente e manteve tudo dentro da normalidade”, afirmou. Além da Alameda dos Estados, policiamento foi distribuído em duas linhas de abordagem e nas escadarias.
Entidades sindicais e do campo realizaram uma manifestação na 108 Norte, às 9h. Equipes do 3º Batalhão acompanharam o ato pacífico. Também não houve nenhum registro de ocorrência.
Por fim, às 16h, manifestantes se reuniram no Complexo da Funarte, onde teve apresentações musicais. O comandante do policiamento empregado, major Marcos Braga, revelou que o efetivo foi adequado para garantir a segurança não só da manifestação como de toda a região.
“Além do local do evento, o reforço no policiamento foi expandido para o estacionamento da Torre de TV e o Parque da Cidade”, afirmou o major Marcos Braga.
Em sua primeira grande manifestação, o Comandante-Geral, coronel Fábio Augusto Vieira, elogiou a atuação dos policiais militares. “Garantimos o livre exercício da cidadania e a ordem pública. Tudo ocorreu conforme foi prometido e a tropa mais uma vez deu a segurança que o cidadão precisa”, concluiu o comandante.

Fim do conteúdo da página