Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Passagem de comando do DOP é marcada pela emoção

Acessos: 3158

O coronel Jorge Eduardo Naime assumiu, nesta sexta-feira (23), a chefia do Departamento Operacional da Polícia Militar (DOP). A solenidade no Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque) foi destacada pela emoção. O local foi escolhido pelo próprio chefe do DOP por ter marcado a sua trajetória nos 28 anos na corporação.

Com lágrimas, o coronel Naime sintetizou a tônica do seu comando. “Nossa prioridade é a melhoria de vida da tropa e o respeito à comunidade”, resumiu. Ele adiantou que pretende reformar os quarteis, dar atenção especial à saúde e melhorar as viaturas.

O comandante-geral, coronel Márcio Cavalcante Vasconcelos, salientou que a emoção revelada pelo coronel Naime é a prova de seu caráter íntegro. “Quem fala com o coração, deixa transparecer a verdade”, disse.

O coronel Vasconcelos frisou que a parceria entre os dois vai fortalecer os esforços para dar à sociedade brasiliense uma polícia mais bem preparada. “Nosso objetivo é fazer a corporação ser a mais respeitada por garantir os direitos humanos”, declarou.

A nova chefia do DOP recebeu as bênçãos dos capelães católico e evangélico da PMDF. O pastor Gisleno e o padre Eldaci desejaram um comando sereno e guiado por Deus. Os dois presentearam o homenageado com um bíblia.

O coronel Naime vai substituir o coronel Emerson Rodrigues, que se despediu da tropa ao integrar o quadro de veteranos da PMDF. Na despedida, o coronel Emerson recebeu o elogio do comandante-geral. “Ele procurou consolidar a imagem da instituição, sempre preocupado em servir à comunidade”, acentuou.

Como legado, o coronel Emerson destacou a alta produtividade da PM durante sua passagem pelo DOP. “Houve forte redução dos crimes na capital”, defendeu. “Atingimos índices da década de 80”.

Devido às restrições sanitárias, a solenidade foi restrita a poucas autoridades, família do chefe do DOP e representantes de Ceilândia, cidade que sedia o 4º Comando de Policiamento Regional (4º CPR), última unidade comandada pelo coronel Naime.

Além dos discursos emocionados, o público acompanhou o desfile militar dos policiais do BPchoque, Batalhão de Policiamento com Cães (BPCães), Batalhão de Operações Especiais (Bope), Rotam e Batalhão de Trânsito (BPTran).

Fim do conteúdo da página