Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Ocorrências > Autores de roubo com restrição de liberdade em Taguatinga são presos pela PMDF
Início do conteúdo da página

Autores de roubo com restrição de liberdade em Taguatinga são presos pela PMDF

Escrito por Fabiano Lopes | Publicado: Quinta, 16 de Maio de 2019, 09h41 | Última atualização em Quinta, 16 de Maio de 2019, 14h58 | Acessos: 169

Quatro homens e uma mulher foram presos acusados de praticarem um roubo com restrição de liberdade em Taguatinga. O crime ocorreu na terça-feira (14) e o grupo foi detido na madrugada de quinta-feira (16) em Ceilândia.

As equipes do Grupo Tático Operacional (Gtop 30) foram informadas que um carro roubado no dia anterior estava no Setor Habitacional Sol Nascente. O carro, um Citroen/C3, foi roubado em uma casa em Taguatinga. Segundo relato das vítimas, uma mulher e quatro homens chegaram em Fiat/Pálio, invadiram a casa, renderam a família e fugiram levando objetos e o carro da família.

Uma equipe do Gtop 30 conseguiu informações que o carro estaria sendo negociado no Setor Habitacional Sol Nascente. No início da madrugada, o Citroen foi localizado abandonado na via principal do Sol Nascente.

Pouco tempo depois, outra equipe do Gtop 30 foi informada que três pessoas estavam em um Hyundai/Azera cometendo assaltos em Ceilândia. O veículo foi localizado e abordado. No seu interior foi encontrado celulares roubados e uma chave de um Citroen. Os policias testaram a chave e era a do Citroen roubado em Taguatinga.

Os policiais foram até a casa da mulher que dirigia o Azera e no local encontraram o Fiat/Pálio que foi usado no primeiro roubo. No interior do imóvel foram encontrados notebooks e outros objetos roubados, ale´ms de porções de entorpecentes e balanças de precisão.

Os detidos assumiram que a arma usada no crime estava na residência dos outros integrantes do grupo, na QNN 7. Os policiais foram ao local a apreenderam um revólver calibre 38 com seis munições e detiveram dois homens.

Os detidos foram levados à 15º Delegacia onde foram reconhecidos pelas vítimas. Eles possuem diversas passagens pela Polícia e a mulher era foragida da justiça. 

As equipes do Gtop A, B e C participaram da ocorrência.

 

 

 

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página