Batalhão Ambiental da PMDF completa 34 anos de existência

Autor:
Data: 20 de dezembro de 2022 17:12

*Texto com contribuição do BPMA

Nesta sexta-feira (10), o Batalhão de Polícia Ambiental (BPMA) completa 34 anos desde a sua criação, cumprindo com excelência o seu compromisso com a segurança pública, bem como com seu papel de proteger a fauna, a flora e os recursos hídricos da capital do país.

O BPMA teve sua origem na Companhia de Polícia Florestal, criada pelo
Decreto nº 11.124 de 10 de junho de 1988 a pedido do extinto IBDF, tendo seu funcionamento no Parque Nacional de Brasília e possuindo como base de apoio um Próprio Nacional Residencial (PNR) daquele mesmo órgão.

Com o advento do Decreto nº 23.955, de 1º de agosto de 2003, a referida Companhia
passou a se chamar Companhia de Polícia Militar Ambiental-CPMA. Já no ano de 2010 a Companhia se tornou o Batalhão de Polícia Militar Ambiental por meio do Decreto nº 31.793.

A Unidade é especializada em promover atividades de policiamento ostensivo florestal, lacustre, fluvial e de mananciais em toda capital federal, garantindo a preservação, em Unidades de Conservação e fora delas, de maneira a fazer cumprir o instrumento normativo vigente, bem como promover a educação ambiental não-formal com vistas à manutenção do meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem este, de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida.

A PMDF homenageia e parabeniza a atividade de policiamento ambiental e a todos os policiais militares que compõem o Batalhão ambiental.

CONHEÇA O TRABALHO DO BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL

RÁDIO PATRULHAMENTO AMBIENTAL (RPA): O primeiro grupamento de Polícia Militar Florestal era de policiais emprestados do Regimento de Polícia Montada. A unidade foi criada em 10 de Junho de 1988, sendo denominada Companhia de Polícia Militar Florestal. Logo em 2010, com a edição do Decreto Nº 31.793, criou-se, na estrutura da Polícia Militar do Distrito Federal, o Batalhão de Polícia Militar Ambiental. Atualmente o carro chefe do BPMA é o Rádio Patrulhamento Ambiental, o qual faz diariamente resgate de animais silvestres por todo o Distrito Federal e também coíbe infrações ambientais contra a fauna, a flora e os recursos hídricos.

GRUPAMENTO DE OPERAÇÕES NO CERRADO (GOC): Dado o elevado aumento dos índices de criminalidade contra o meio ambiente no equilátero do Distrito Federal em meados dos anos 90, houve a necessidade iminente da criação de uma tropa especializada para conter a crescente onda de violência contra o bioma cerrado. Nesse contexto, foi criado o Grupamento de Operações no Cerrado (GOC). Atualmente o GOC tem por missão precípua realizar o policiamento preventivo e repressivo em toda área do Distrito Federal. O GOC, ainda, realiza as operações repressivas nas ações planejadas pela Seção Operacional do BPMA, visando os crimes ambientais de maior complexidade e risco; apoia as demais unidades da Corporação nas ocorrências cujo Teatro de Operações apresente características rurais ou em ambientes naturais e que exijam o emprego de tropa especializada no patrulhamento em área de mato, bem como apoia os órgãos de proteção ao meio ambiente (IBAMA, IBRAM, ICMBio, etc.), em todo o território nacional.

COMPANHIA DE OPERAÇÕES LACUSTRES (LACUSTRE): Dentro da estrutura da Companhia Florestal, no mês de janeiro de 1991, foi criado o Pelotão Lacustre, com a fração de efetivo responsável pelo policiamento no Lago Paranoá e dos demais recursos hídricos do DF. Com o aumento das ocorrências de pesca predatória e de furto em residência às margens do Lago, a PMDF adquiriu 3 embarcações Duralimínio com motorização de 70 HP e capacidade para 4 tripulantes, aumentando assim a eficiência no policiamento diuturnamente e reduzindo os índices de furtos e pesca predatória. A Companhia de Operações Lacustres do Batalhão de Polícia Militar Ambiental é responsável pelo policiamento de todo espelho d’água do Lago Paranoá.

GRUPO TÁTICO AMBIENTAL (GTA): O Grupo Tático Ambiental foi criado no ano de 2011, com a missão de reprimir e combater os crimes comuns e ambientais em todas as áreas rurais e urbanas do Distrito Federal, agindo repressivamente em ocorrências de maior vulto, que exijam maior intensidade de força, técnicas táticas, equipamentos, armamentos e treinamentos diferenciados. Sua atividade e emprego operacional foram regulamentados no ano de 2012. O GTA atualmente é a tropa do BPMA responsável pelo atendimento das demandas de crimes comuns e ambientais geradas pelo COPOM.

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL LOBO GUARÁ (PREALG): Tendo como base o Teatro Ecologia e o legado do então Tenente Reginaldo e sua equipe, o Programa de Educação Ambiental Lobo Guará foi criado no dia 30 de setembro de 2003 na antiga Companhia de Polícia Militar Ambiental – CPMA. O programa surgiu para expandir a consciência ambiental plantando, desde a mais tenra idade, o amor pela natureza e divulgando o trabalho da Polícia Militar Ambiental do Distrito Federal. O PREALG atualmente possui três frentes de trabalho:

  • TEATRO LOBO GUARÁ, EQUIPE DE TEATRO E A MASCOTE
  • SABER CERRADO: ATUA COM ESTANDE, PALESTRAS E PARCERIA COM O ICMBIO e
  • GUARDIOES AMBIENTAIS: TRABALHA APLICANDO O CURSO DE GUARDIÕES AMBIENTAIS EM ESCOLAS PÚBLICAS E PARTICULARES.

“O meio ambiente é o nosso maior patrimônio; protegê-lo é a nossa missão.”

Compartilhe esse post:

WhatsApp
Telegram
X
Facebook

Outras Notícias

PMDF prende Indivíduo por Tráfico Interestadual de Animais Silvestres

PMDF Prende Três Traficantes em Samambaia

PMDF Apreende 19 Porções de Maconha com Traficante em Ceilândia

Polícia Militar apreende menor reincidente em flagrante por furto na Asa Sul

PMDF apreende adolescente flagrado com arma de fogo em Ceilândia

Pesquise o que está procurando no
PORTAL INSTITUCIONAL DA PMDF